Um tesouro chamado Família

Desenho feito pela Maria João 

Dou muito valor à Família e sou grata à vida por ter me presenteado com uma base familiar extraordinária. Desde muito cedo que preservo muito o convívio familiar e agradeço (muito) por me incutirem o seu valor. Para mim, família é casa e, muitas vezes, refúgio. 

Guardo com muito carinho e nostalgia vários momentos felizes com a família, alguns ainda acontecem, outros estão guardados com muito amor no coração. 

Neste Dia Internacional da Família, vou levar-vos a conhecer três dos meus instantes familiares mais preciosos.

Brincar com as/os primas/os em casa dos avós: são das lembranças mais felizes que guardo da minha infância. Horas e horas de brincadeiras, alegria e fantasia que encheram os meus dias, e agora as minhas memórias, de incríveis aventuras. Lembranças tão doces do passado que agora tenho o privilégio de reviver quando a minha filha brinca com as/os filhas/os das/os minhas/meus primas/os. É este tipo de lembrança que quero deixar para a minha filha. Estes momentos foram quebrados devido à pandemia mas muitos mais vão surgir para a Maria João continuar a criar memórias muito afetivas como eu criei. 

Natal com casa cheia: Na minha família o Natal é vivido intensamente e eu sonho com ele o ano todo. Nesta festividade rimos, cantamos, dançamos, brincamos, jogamos, reina a paz, a harmonia e a união num ambiente de felicidade. Há (muito) barulho e uma mesa, graças a Deus, farta, cheia de várias gerações da família a rodeá-la. Nunca a expressão “são mais que as mães” fez tanto sentido. 

Em 2020, devido à pandemia, foi o meu primeiro Natal só com o meu agregado familiar, 5 pessoas, e posso dizer-vos que, apesar de ter sido muito bom, foi muito estranho. Desde que me conheço que nunca passei o Natal em casa, muito menos, com tão pouca gente. 

A (nossa) tradição é abrir os presentes só à meia-noite, e então começa o alvoroço. Estão a imaginar mais de 30 pessoas a abrir prendas? Pois, é o delírio mas é tão delicioso este momento que chega a ser comovente. 

Para mim, a melhor prenda é mesmo esta reunião familiar, a mesa cheia de gente, o barulho, as gargalhadas, as conversas, isto sim, enche o meu coração de tanto amor que ando durante dias com esta magia dentro de mim. 

Pormenor da mesa de Natal de 2018

Convívio Familiar: há 30 anos, um senhor muito amável, com um grande coração de ouro, apaixonado pela família e por estar junto dela, o meu avô (materno) António, teve a ideia de fazer um magusto-convívio para a família, com o objetivo de ser uma data de celebração, diversão e convívio. E, assim, foi, durante anos, visto que toda a gente adorou. Mas, a vida dá voltas que não conseguimos controlar e muito menos aceitar, e o nosso anfitrião deixou-nos. Os tempos também começaram a mudar e vários familiares tiveram que emigrar. Então, deixámos de fazer o convívio em novembro e passámos a fazer em agosto. Acabar com este convívio nunca foi opção, pois, todos estávamos e estamos cientes da importância que tem. 

Desde há uns anos, o convívio realiza-se durante um dia inteiro, no mês de agosto e decorre na casa do familiar que o queira receber. Com uma semana de antecedência e após confirmação, os meus pais e uns primos, mediante uma lista que já vem dos anos anteriores, elaboram a lista de compras para esse ano, para que esteja tudo como planeado e não falte nada. 

O meu avô António é o Mestre dos nossos encontros e tenho a certeza que está muito feliz e orgulhoso por termos continuado com o seu legado, só interrompemos no ano de 2020, devido à COVID-19. 

Obrigada família por serem quem são e por me proporcionarem esta coleção de momentos tão felizes que, tal como os meus pais, me tornaram e tornam na pessoa que sou.


Não somos uma família perfeita, mas vivemos tudo muito intensamente. 

E vocês que memórias/momentos familiares guardam? Partilhem comigo, tenho todo o gosto em saber e, claro, desejo que passem um dia muito Feliz em Família.

Comentários

  1. Família é como os galhos de uma árvore, tds crescem em direções diferentes, mas a raiz é a mesma! Adoro a minha família e mais uma vez me revi nas t memórias prima, bjs 😘💐

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um privilégio muito grande pertencermos a uma família maravilhosa como a nossa :) beijinhos

      Eliminar
  2. Apesar das 8 voltinhas ao sol que eu levo de avanço em relação a ti partilho todas estas memórias de infância pois também elas são as minhas...e é sempre bom recorda-las!🥰🥰🥰

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito bom recordar estas memórias tão boas e maravilhosas que ficam para a vida.

      Eliminar
  3. Verdade, o mesmo digo eu adoro fazer parte desta família 👩‍❤️‍👩e não vejo a hora de tudo voltar ao normal, NATAL E O NOSSO ALEGRE CONVÍVIO...BEIJINHOS GRANDES 💞

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares