Passear com crianças: dicas e benefícios


Desde que a Maria João nasceu que (quase) sempre foi comigo para todo o lado. Quase, pois “falhou” uma viagem que foi a que mais adorei fazer: Barcelona. Era o meu 33º aniversário e o meu companheiro quis surpreender-me com a viagem a uma das cidades que mais curiosidade me despertava, mas como eram só dois dias e como também são importantes momentos a dois, fomos só nós! Agora que estou a reviver o momento, consigo sentir na pele as saudades que me assolaram naquela altura, pois foi mesmo difícil deixar a princesinha. 

Sempre adaptei os meus passeios a ela e vice-versa. Não existem regras e o que funciona connosco pode não funcionar com outras pessoas/famílias, mas as minhas palavras de ordem são: “desligar o descomplicómetro” (é mesmo muito importante), ter um espírito aberto, descontrair e relaxar. 

Vou apresentar as dicas que uso para tornar os nossos passeios mais tranquilos, usufruir ao máximo e transformar cada viagem numa aventura divertida. 

- Preparar o roteiro: mesmo que seja uma viagem de um dia e muito perto, faço sempre uma pesquisa do local e escrevo um plano onde incluo os sítios que quero visitar. Gosto de explorar ao máximo os lugares que visito.  

- Comida, sempre: criança com fome dá lugar a birra e isso não combina com viagem, para além de não ser nada agradável e divertido. Como tal, para evitar este tipo de constrangimento e para evitar conflitos, incluo sempre, pelo menos estas coisas: uma garrafa de água, um pacote (pelo menos) de bolachas e fruta. Coloco sempre num local de fácil acesso. 

- Segurança acima de tudo: é conveniente levar sempre um pequeno kit básico com o imprescindível (pomada para as quedas, arranhões, pensos para as feridas, etc…). Nesta época do ano, Verão, acrescento sempre o protetor solar. 

- Brincar no carro: para manter as crianças entretidas e animadas nada melhor que cantar as suas músicas preferidas ou colocar a tocar no carro, levar alguns dos brinquedos favoritos, contar uma história de improviso, ou então, um “jogo” que fazemos muitas vezes é o seguinte: cada elemento escolhe uma cor, depois temos que contar o número de vezes que passa um carro com a cor escolhida, ganha a pessoa que tiver mais vezes a cor do carro. 

Uma nota importante: imprevistos acontecem (e fazem parte) em todas as situações e as viagens não são exceção, por isso, devemos estar cientes disso e em alerta para o caso de acontecer alguma coisa fora do nosso domínio. O mais importante é ter noção que com calma e racionalidade tudo se resolve. 

Quais os benefícios de integrar a Maria João nos passeios e o que é que ela beneficia?

Na minha opinião passear com a Maria João proporciona-lhe vários benefícios para o seu desenvolvimento e crescimento. Não é necessário viajar para longe ou para fora do País, basta sair para conhecer locais diferentes do nosso dia-a-dia. Confira os benefícios: 

- Adquirir (novos) conhecimentos

- Desenvolvimento emocional

- Liberdade para explorar

- Construir momentos (muito) felizes e especiais

- Vivenciar (novas) experiências e culturas

- Conhecer novos lugares e pessoas (as crianças são ótimas a fazer novas amizades)

- Reforçar/Fortalecer os laços familiares

- Criar memórias (importantes) para a vida

- Desfrutar de momentos de diversão 

Confesso que um dos momentos de maior contentamento é ver a reação da Maria João ao chegar ao destino. 

E desse lado como é viajar/passear com crianças? Que dicas usam? Vá partilhe comigo, quero saber tudo. 

Bons passeios!

Comentários

Mensagens populares